CONTOS E FADAS

Festa, Brincadeira, Estória e Muita Diversão

LUA DE CRIANÇA

MARIA HELENA CRUZ

ROBSON DE ALMEIDA

 

 

 

 

E A LUA ENTROU NO CÉU

E NA RUA A CORDA PAROU

A CANTIGA CALOU

TODOS OLHARAM PARA A LUA

 

 

 

REDONDA FEITO UM QUEIJO

COROADA DE FULGOR

DA MENINA GANHOU UM BEIJO

DO MENINO UMA FLOR

 

 

A CANTIGA SE TRANSFORMOU

VIROU CANTIGA PARA A LUA

A CORDA RODOPIOU

E A CRIANÇADA TODA NA RUA

DESSA LUA SE ENFEITOU

 

 

 

E OS OLHOS COM TAL FULGOR

COMO A LUA ENCANTADA

ILUMINOU MUITO

MUITO MAIS

A RUA DA CRIANÇADA

 

 

 

E ESSA NOITE ENLUARADA

QUE DO CÉU SEU BRILHO LANÇA

VIROU FESTA

VIROU DANÇA

 

 

 

NÃO ERA MAIS LUA NO CÉU

LUA CHEIA QUE NÃO DANÇA

LÁ NA RUA TIROU O VÉU

VIROU LUA DE CRIANÇA

A MENINA ESTRELA